Opúsculo de um Vencido

sábado, 7 de agosto de 2010

Parafraseando Maísa

Oh! Minha bela e áurea geração,
Que de tantos bastardos literários
Está caduca e cega em sua missão,
Lambendo o cú de vis adversários

Que ardilosos roubam-nos o pão
A nos deixar com cara de otários,
Ao ver o mensalão de mão em mão
Pairando lá em bolsos salafrários!...

E a juventude sussa e bem de boa,
Vai entoando um Funk pancadão
Enquanto nem Demônio ou garoa

Abalam a Wib louca do irmão,
Pois toda minisquência se esboroa,
Quando vem o domingo do Faustão!...

(Queiroz Filho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário