Opúsculo de um Vencido

segunda-feira, 28 de março de 2011

Consciência Primitiva

Estes teus parcos Sonhos alvejados
Por máculas mais negras e malditas
Que a vida dos leprosos condenados
A escalavrar suas carnes tão aflitas

Das dores que em vão inda meditas,
Nada mais são que gozos adornados
Co`as presunçosas cores mais bonitas
Que até por porcos foram invejados!...

Oh! Valioso verme! Não, não exijas
Do Mundo, a atenção mais cobiçosa,
Transcendas à tua Ira tempestiva!

E em teu carrasco a tua dor corrijas,
Só assim verás a alcova assombrosa
Que é a nossa consciência primitiva...

(Queiroz Filho) 17/2/2011 06:11:44

Nenhum comentário:

Postar um comentário