Opúsculo de um Vencido

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Os Dias

Os dias já se arrastam enfadonhos
Enquanto esta Alma louca canta e ri,
Por quê? - Já nem eu sei; talvez aos sonhos;
Talvez ao nosso Amor; talvez pra ti!

Talvez seja aos teus olhos medonhos,
Que inquietos como um bruto Javali,
Fizeram os meus dias mais tristonhos...
Esqueças... Mil perdões, já aprendi!...

Ó, Ao menos por tributo ao Passado
E ao Verbo que em tua boca é pecado
Concedes-me um beijo e nada mais?!

Não vês?... Sou tua Bela Adormecida!
E um beijo teu é a Oração da vida
Aos meus dias de Amor, Ternura e Paz!...

(Laura Alves Coimbra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário