Opúsculo de um Vencido

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Negação

Tu que amas a Beleza sem saber
Sequer aonde nasce sua harmonia,
Se é belo aquilo que te dá Prazer
Ou aquilo que nos dita a maioria.

Quiçá seja por simples covardia
Que aceitarás calado até morrer,
Essa autopunição que te crucia
Na austera solidão do alvorecer...

Beleza não é Dom, nem vocação!
Nem arte, nem caráter, nem conceito,
Ciência, Sapiência ou Perfeição;

É a inconsciente busca do sujeito
Que idolatrando a própria Negação,
Avista até em Deus algum defeito...

( Queiroz Filho )

3 comentários:

  1. Beleza é negação? É ir de contra ao que está em voga?? Hummm... Beleza é ver o que não é visto, é ver o invisível. Mas se a beleza está no sujeito que se nega, que nega a si mesmo, inconscientemente, a beleza então não estaria nos olhos desse que não se vê?? Ou estaria você sendo irônico, e eu um puta de um louco??

    ResponderExcluir
  2. Nos olhos desse que não se vê... Lembrei-me de Deus, dos sentimentos, das coisas abstratas em geral; dos elementos da natureza. Meu amigo poeta, percebeu, como poucos a minha ironia,mas no fim de tudo, apenas sei que ela é mutável como nós. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a Beleza é mutável, sem dúvida. Porém, a Beleza que impera, atualmente, é a beleza externa. É aquela magra, atlética e limpinha, sinônimo de saúde e bem-estar. Contudo, aquela Beleza interna ainda existe. É aquela ligada ao caráter, à boa educação, são as virtudes universais do Homem em extinção. A sociedade em voga pode até valoriza uma boa fachada, mas ainda há quem aprecia as coisas realmente essenciais desta vida.

      Excluir