Opúsculo de um Vencido

sábado, 24 de novembro de 2012

Senhora

Se amor, Senhora, tanto me ordena
Que seja posto em vós, o meu cuidado,
Debalde é pelejar com minha Pena,
Pois deste mal, ao bem, vivo curvado.

Nas perfeições que só Eros encena
Aos olhos que por ele, são flechados,
Vede quão tolo exemplo fora Helena,
De quem Teseu furtando agrados.

Quando de Razão, bem desprovido,
Viu a bailar com graça aquela Musa,
Que à paixão seu peito viu rendido

Mais que a nefasta vista de Medusa,
Sem ver que esse amor tão desmedido
Traria à Ilión a atroz desgraça inclusa...

( Queiroz Filho )

Nenhum comentário:

Postar um comentário