Opúsculo de um Vencido

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

II Hino Bocional

De quatro eternamente ao Blush esplendido,
Ao som do tal Michel sempre profundo,
Torturas-te, ó Brasil, Michê da América!
Visado pelos Trolls do Novo Mundo!

Mais que a Terra tens guarida...
Teus tristonhos pastos santos tinham flores,
“Tuas praias tinham vida,
Nossa vida hoje é esterco aos teus favores.”

Ó pátria assada,
Confinada,
Corre! Corre!

Brasil teu Mal eterno seja símbolo
Ao gringo que o teu sonho viu frustrado
E diga o verde-esterco dessa flâmula:
“Roubar sem avisar é muito errado!”

Mas se ergues sem lembrança a tua sorte,
Verás que um Collor teu não foge à luta,
Cagando e andando a quem visou sua morte!

Terra encalhada,
Entre outras mil,
Tens mais xibiu,
Ó, Pátria atada!

Dos filhos deste rolo, és Mãe sem brio,
Pátria atada,
Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário