Opúsculo de um Vencido

sábado, 1 de dezembro de 2012

Rotina

Ralar dia após dia... Acordar cedo;
Amar e educar todos os seus filhos;
Recomeçar no amor sob outros trilhos;
Viver pra se valer do próprio medo;

Domar e enfrentar suas fraquezas;
Reconhecer o insulto às sardinhas,
Em latas espremidas, pobrezinhas!...
Não convidar pra cama, as tristezas...

Se queixar que o Domingo foi ligeiro...
Chorar com a Saudade desse cheiro,
Talvez do teu pescoço ou dos cabelos...

Olhar para o Passado, indiferente...
Sorrir para os tropeços do Presente;
Fingir que um dia iremos esquecê-los...

(Queiroz Filho)

2 comentários:

  1. Difícil se esquecer de um passado orgástico, um passado que no presente se torna cálido nos dias frios do esquecimento; fingir esquecê-lo é solução paliativa, é tentativa torpe pra estancar uma ferida aberta. Melhor carregar o fardo do que ser esmagado por ele. Uma rotina de lembranças é o futuro de muitos! Gostei.

    ResponderExcluir