Opúsculo de um Vencido

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Ultimato

Não lhe urdirei em versos a leveza
Das formas de seu lábio escarlate,
Não vou mimar-lhe em tom tatibitate,
Nem lhe elevar ao topo de Princesa.

Nem revelar-lhe em lírica certeza,
Que são seus olhos joias de quilate
Maior que as destrezas desse vate
E a inspiração sombria em si acesa...

Se Poesia almeja, me provoque!
Confine-me, nos seus sonhos, recluso,
Com seu castiço choro, me retoque!...

Permita-me morrer e ser o intruso
No seu maior segredo; a Dor invoque
Dessa saudade em mim, fora de uso...

( Queiroz Filho )


P.S: Para uma colega do trabalho que sem me permitir conhecê-la, me inquiriu alguns versos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário