Opúsculo de um Vencido

domingo, 1 de dezembro de 2013

Asco

Ser feto estraçalhado na placenta
Ou ter do próprio estupro a lembrança?...
Chorar ao relembrar a voz nojenta
Do porco a te beijar inda Criança!...

Herdar a culpa dessa podre alma;
Por qualquer homem ter forte aversão;
Ver traços suicidas em seu trauma
Que a fez crer que a vida é maldição...

Notar o olhar sarcástico do moço
Que te cobrou tarifa do transporte,
Por se vestir estranha até o pescoço...

O social convívio é mesmo a morte:
Mutiles teu clitóris! Jogue-o ao fosso!...
O autodesprezo agora é tua sorte!...

( Queiroz Filho )

Nenhum comentário:

Postar um comentário