Opúsculo de um Vencido

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Versos quase Íntimos

Adoro esconder-me em teus cantinhos!...
Dos mais comuns àqueles mais trigueiros,
Distingo-os pelas formas, pelos cheiros!
E a todos Amo e rendo meus carinhos...

São sempre meus mimados queridinhos,
Nós somos uns dos outros, prisioneiros,
Parecem, quando acordam, cem isqueiros,
Ardendo entre as matas e os caminhos...

Nas noites de intragável isolamento,
Eu choro, grito, uivo, ó, Deus, eu tremo!
E aturo um Coração bem rabugento,

Que viu nesse calor, quase supremo!
A verdadeira entrega e o sentimento
Alçarem-se ao Dom do gozo extremo!

(Queiroz Filho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário